Busca:
Acesso Rápido:

A companhia Histórico

Histórico

Histórico e Desenvolvimento

As operações da Lupatech tiveram início em agosto de 1980, com a criação da Microinox, utilizando o processo de fundição de precisão (microfusão) para produção de componentes fundidos para válvulas industriais. O processo de microfusão é um processo de fundição que consiste na reprodução de uma peça originariamente em cera, que é recoberta com material cerâmico, formando um molde que após a retirada da cera, fica oco e serve como base para o preenchimento de metais. Internacionalmente a microfusão é conhecida como Investment Casting e no Brasil, também é conhecida como "Cera Perdida". Sua origem é milenar.

Este processo proporciona maior flexibilidade no design de peças ou produtos, produzindo peças próximas a forma final, trazendo várias vantagens como: flexibilidade de projeto (tanto em formas quanto em materiais); capacidade de reprodução de detalhes precisos; eliminação de montagens (projetando um só componente); excelente acabamento superficial (redução ou eliminação do tempo de usinagem); redução do peso dos componentes; redução dos investimentos em ferramentas de fabricação; entre outros.

Em 1984 foi constituída a Valmicro como forma de adicionar valor aos microfundidos produzidos pela Microinox. A Valmicro nasceu focada na produção de válvulas industriais para atender ao mercado industrial por meio de distribuidores e revendedores. Naquele tempo a Valmicro era abastecida com os microfundidos da Microinox, o que lhe dava maior competitividade no mercado. Esse objetivo foi atingido com sucesso, sendo que em 1996, a Valmicro tornou-se a marca líder no Brasil, posição que mantém até hoje.

Em 1987 a Companhia recebeu o primeiro de quatro aportes de capital de fundos de capital empreendedor (Private Equity). Esse ano marca para a Companhia o início da adoção de uma série de práticas de transparência e de relacionamento entre a Administração e os acionistas que hoje é comumente chamado de “Governança Corporativa”. Destaca-se a CRP – Companhia Riograndense de Participações, entre os quatro investidores.

Em 1989, fruto de uma decisão estratégica, a Valmicro passou a atender diretamente (sem a intermediação de distribuidores) os clientes do mercado industrial. Como conseqüência, ficou mais próxima aos clientes finais e aumentou a sua linha de válvulas, agregando valor e mais tecnologia para atender as necessidades específicas da crescente base de clientes.

Em 1992, a Companhia adquiriu participação na Esferomatic, sociedade argentina, fabricante de válvulas-esfera focada no setor de petróleo e gás. E decorrência de decisão estratégica da Companhia, antevendo alterações cambiais e dificuldades de exportar da Argentina para o Brasil, que era o principal mercado da Esferomatic numa eminente mudança de regime cambial, esta participação no capital social da Esferomatic foi alienada em 1998.

Em 1993, fruto de reestruturação de cunho societária, a Valmicro incorporou a Microinox, e a Companhia passou a ter sua denominação social atual, Lupatech S.A.

Em 1995, dentro da busca por aprimoramento tecnológico, passou a produzir peças pelo processo de injeção de pós metálicos e cerâmicos, por meio da Steelinject, que era então uma divisão da Lupatech S.A.

Ainda em 1995, através do Fundo Bozano Simonsen - Advent, recebeu o segundo aporte por fundos de Private Equity.

Em 2000, adquiriu 76,0% das ações do capital social da Metalúrgica Nova Americana (MNA), que desde 1972 fabrica válvulas industriais especialmente para a indústria de petróleo e gás para aplicações críticas, cujo desenvolvimento e produção exigem alto grau de engenharia e tecnologia. Em 2001 concluiu a aquisição da totalidade das ações do capital social da MNA. Desde a sua aquisição, realizou significativos investimentos com o objetivo de torná-la a melhor e mais moderna unidade de fabricação de válvulas industriais, com foco em válvulas-esfera para petróleo e gás no Brasil. Em agosto de 2009, as operações da Lupatech MNA foram transferidas para Nova Odessa (SP) – Brasil. Esta unidade atualmente é referência nacional na fabricação de válvulas-esfera principalmente para o mercado de petróleo e gás.

Em 2001 o BNDES, através do BNDESpar, subscreveu debêntures conversíveis da Companhia.

Em 2002, constituiu-se a Lupatech North America, como resultado de uma joint venture da subsidiária Lupatech Investments com a sociedade norte-americana Ideal Controls. Essa unidade foi constituída nos EUA para operar comercialmente com todas as linhas de válvulas produzidas pela Valmicro e pela MNA e para funcionar como uma central de distribuição e estocagem de válvulas. Em 2005, a joint venture foi terminada. A Lupatech North America será liquidada e seus ativos e passivos provavelmente serão transferidos para a Lupatech Investments que, em 2006 foi transferida para Houston, no Estado do Texas, EUA, onde ela atuou como escritório comercial, com foco principal nas vendas das nossas linhas de válvulas para o setor de petróleo e gás. Este escritório foi fechado em 2009.

Em 2003 realizou-se a terceira rodada de investimentos por fundos de Private Equity. Nessa ocasião o BNDESpar, através de conversão das debêntures emitidas em 2001 e a GP Investimentos, através do Fundo GP Tecnologia, ingressaram no capital da Companhia.

No primeiro semestre de 2005, foi adquirido 51,0% do capital votante da Carbonox, primordialmente para que esta substituísse a Microinox no fornecimento de microfundidos para a Valmicro e para a MNA. Em 31 de dezembro de 2005, concluiu-se a aquisição da totalidade das ações da Carbonox. Atualmente a produção da Carbonox tornou-se cativa e é absorvida pelas unidades industriais da Lupatech S.A. A verticalização desta unidade na Lupatech permite economias de custo e escala, além da garantia de qualidade dos componentes utilizados nos produtos produzidos pela Companhia. A Carbonox foi incorporada em 1º de dezembro de 2008 pela Lupatech Mipel e passou a denominar-se Lupatech  Mipel – filial microfusão. A Lupatech Mipel - filial fornece peças e componentes microfundidos para a maior parte das empresas que compõem a Lupatech, desde válvulas a sensores e partes de compressores.

Ainda no ano de 2005, realizou-se a quarta rodada de investimentos de fundos de Private Equity. Nessa oportunidade o Natexis Mercosul Fund passou a fazer parte do capital social da Companhia.

A partir de 2006, também fruto de reestruturação societária, as atividades realizadas pelas divisões Valmicro e Steelinject passaram a ser realizadas por duas novas subsidiárias, denominadas respectivamente, Valmicro Indústria e Comércio de Válvulas Ltda. e Steelinject – Injeção de Aços Ltda., que receberam os ativos e passivos relacionados a tais atividades por meio de aumento de capital subscrito unicamente pela Companhia.

Em abril de 2006, foi concluída a aquisição da totalidade das quotas da Metalúrgica Ipê Ltda (Mipel-SP), que atua na produção e comercialização de válvulas de bronze, e é denominada hoje Lupatech Mipel.

Em 24 de abril de 2006, foi celebrado o Contrato de Participação no Novo Mercado com a BOVESPA, reforçando o comprometimento da Companhia com boas práticas de Governança Corporativa. Desde 15 de maio de 2006 as ações da Lupatech são negociadas na BOVESPA sob o código LUPA3.

Em 20 de junho de 2006, foi concluída a primeira oferta pública primária e secundária de ações.

Em junho de 2006, dando prosseguimento a estratégia de crescimento por aquisições seletivas, foi adquirida a totalidade das ações da Itasa, fundição localizada na Argentina com elevado padrão tecnológico para a fundição de peças, em ligas metálicas com alta resistência a corrosão, principalmente para bombas e válvulas destinadas ao setor de Petróleo e Gás.

Ainda em junho de 2006, deu-se início às atividades da Mipel-Sul, hoje Lupatech Mipel, que consistem na produção e comercialização de válvulas industriais manuais feitas em aço e latão, gerando importante sinergia. A utilização da marca Mipel vem ao encontro dos interesses em complementação da linha de produtos em bronze da Mipel. A Companhia está utilizando não só a mesma marca, mas também o mesmo canal de vendas.

Em 1 de setembro de 2006 foi realizado o primeiro programa de distribuição pública de debêntures, não conversíveis em ações, nominativas e escriturais, quirografárias, no montante de R$227 milhões e com vencimento em 1 de setembro de 2011. Em 8 de Novembro de 2007 essas debêntures foram resgatadas antecipadamente por meio de exercício de opção de compra.

Entre novembro e dezembro de 2006 os fundos GP Tecnologia e Natexis Mercosul Fund realizaram o investimento na Companhia, concluindo assim a fase de investimento.

Em 19 de dezembro de 2006 foi concluída a aquisição da totalidade do capital de duas sociedades localizadas na Argentina, a Válvulas Worcester de Argentina Sociedad Anônima, Industrial y Comercial e da Esferomatic S.A., hoje denominada Lupatech Esferomatic. Essas duas transações marcam o retorno da Lupatech ao mercado argentino de válvulas, onde é líder.

No dia 3 de abril de 2007 a Lupatech anunciou a aquisição da Lupatech Petroima Equipamentos para Petróleo Ltda, ativos da Zmach Tecnologia Ltda. e know-how para a fabricação de ferramentas para petróleo e gás que dão início a uma nova atividade para a Companhia denominada Lupatech Oil Tools, com unidades industriais em Simões Filho, BA e em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

Em 4 de abril de 2007 foi concluída a transação com a Cordoaria São Leopoldo Offshore S.A. (CSL Offshore), hoje denominada Lupatech CSL, localizada na cidade de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, envolvendo os negócios de cabos de poliéster para ancoragem de plataformas, ampliando a linha de produtos voltados para aplicações em águas profundas.

Em 23 de junho de 2007, através da subsidiária Lupatech Finance Limited, a Companhia realizou uma oferta de Bônus Perpétuo sênior de 9,875% (os Bônus) no valor total de US$ 200 milhões para financiar o plano de crescimento da Companhia. Em 23 de junho de 2008 houve a reabertura da oferta, aumentando o total para US$ 275 milhões.

Em 11 de julho de 2007 foi concluída a aquisição da Gasoil Serviços Ltda, hoje denominada Lupatech Oil & Gas Services. Fundada em 1999 como Gasoil, está localizada no principal pólo produtor de petróleo e gás do Brasil, atuando na fabricação e manutenção de equipamentos de completação para exploração e produção de petróleo e gás.

Em 23 de julho de 2007 a Lupatech anunciou a aquisição da Kaestner & Salermo Comércio e Serviços Ltda (K&S) e de sua controlada Ocean Coating Revestimentos Ltda (Ocean Coating), hoje denominada Lupatech Tubular Services. Localizada em Macaé, é especializada em Tubular Services cujos principais serviços são a usinagem, manutenção e inspeção de tubos e revestimentos de tubulações (tube coating) mediante aplicação de materiais anti-corrosão, nos tubos e equipamentos para petróleo e gás. A tecnologia de coating, desenvolvida internamente, é protegida por patentes internacionais e utilizada nas tubulações envolvidas na perfuração de poços (drill pipes), produção (production pipes) e na injeção.

Em 12 de Novembro de 2007 foi anunciada a aquisição da Jefferson Sudamericana S.A., hoje denominada Lupatech Jefferson e de suas coligadas nos Estados Unidos, México e Brasil. Localizada em Buenos Aires, Argentina, a Jefferson possui linha de produtos composta por válvulas solenóides (equipamentos para bloqueio de fluídos ativados eletromagneticamente) e controles de nível e outros produtos para automação industrial.

Em 17 de dezembro de 2007 foi anunciada a aquisição, em conjunto com o Axxon Group (gestora de fundos de Private Equity cujo investidor âncora é o Natixis Private Equity, braço de investimentos privados do banco Natixis, instituição financeira líder na França), das cotas do capital da Delta Compresión SRL e Aspro do Brasil Sistemas de Compressão para GNV Limitada, em conjunto denominadas “Aspro”. Localizada em Escobar, Argentina, a Aspro é líder mundial no mercado de equipamentos e sistemas para compressão de GNV (Gás Natural Veicular), com exportações para quase 30 países nas Américas, na Europa e na Ásia. A participação da Lupatech na Aspro é de 50%.

Em 07 de Julho de 2008 foi concluída a aquisição da Gavea Sensors, hoje Lupatech Monitoring Systems, que produz sensores a fibra óptica principalmente para o setor de petróleo e gás, sendo também utilizados para monitoramento de estruturas, com atuação crescente também no setor elétrico e na indústria aeronáutica.

Em 11 de Agosto de 2008, através de sua controlada Luxxon Participações Ltda, detida em conjunto com o Axxon Group, a Companhia adquiriu 100% da Sinergás GNV do Brasil Ltda. que é uma das principais prestadoras de serviços de compressão de gás natural (locação de equipamento) e manutenção de compressores para uso veicular no Brasil.

Em 30 de setembro de 2008 foi concluída a aquisição da Tecval, hoje Lupatech Tecval, especializada na fabricação de válvulas industriais tipo gaveta, globo e retenção e esfera forjada para os segmentos de petróleo e gás, petroquímico, químico, papel e celulose, mineração, nuclear, entre outros. As válvulas produzidas pela Tecval complementam a linha de produtos dos Segmentos Energy Products e Flow Control da Lupatech, ampliando para 70% o total de tipos de válvulas ofertadas ao mercado, sem sobreposição aos atuais.

Em 12 de novembro de 2008, foi concluída a aquisição da Fiberware, hoje Lupatech Fiberware, que atua na área de revestimentos de tubos. A Lupatech Fiberware é especializada em revestimentos interno e externo de tubulações com tecnologia de materiais compósitos (PAD – polietileno de alta densidade) e em fibra de vidro, na prestação de serviços de instalação de tubulações onshore, offshore, superfície, unidades flutuantes e downhole. A principal aplicação está voltada para o setor de petróleo e gás com amplas possibilidades de integração dessa tecnologia a de outros negócios que compõem a Lupatech.

Em 19 de dezembro de 2008 foi concluída a aquisição integral da Norpatagonica S.R.L. (Norpatagonica), localizada na área de Neuquen, na Argentina, que atua há mais de 20 anos como prestadora de serviços no setor de petróleo e gás. Possui base operacional própria devidamente estruturada com o objetivo de dar suporte as empresas petrolíferas na manutenção dos níveis de produção de petróleo e gás, através da prestação de serviços de intervenção em poços. Também executa provas hidráulicas, realiza operações de limpeza nos poços com ferramentas próprias e atua no suprimento de equipamentos ligados a injeção, reposição e serviço associados a bombeamento de alta e baixa pressão.

Em 17 de agosto de 2009, a Companhia concluiu a subscrição da 2ª emissão pública de debêntures conversíveis em ações da espécie com garantia flutuante de colocação privada da Lupatech S.A. no montante de R$320 milhões e vencimento final em 15 de abril de 2018.

Em 30 de abril de 2010 a Companhia adquiriu 100% da Hydrocarbon Services Sociedad por Acciones Simplificada (HS) na Colômbia, que tem como atividade principal a prestação de serviços em poços de petróleo e gás, estando divididas em duas linhas de serviços, quais sejam, administração e manutenção de poços; e, aquisição de informações.

Em agosto de 2010 nossa controlada Luxxon Participações S.A. (“Luxxon”) recebeu, através de aporte de capital do Fundo de Investimento em Participações – FIGAS, administrado e gerido pela Planner Corretora de Valores S.A., ações representando 100% do capital social da Sinergás Gás Natural S.A. (“Sinergás”). Com o aporte, passamos a deter participação equivalente a 43,15% do capital social da Luxxon.

Em 04 de outubro de 2010 constituímos junto com Unimetal Participações Ltda. e Empresa Têxtil Integrada de Timbaúba S.A., a empresa UNIFIT – Unidades de Fios Industriais de Timbaúba S.A., situada na cidade de Timbaúba – PE, com o objetivo de garantir o fornecimento de fios de poliéster para cabos de ancoragem e possuir o controle e apontamento das diretrizes sobre o setor de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias do segmento. Nossa participação societária temporária é de 96,59%, considerando o montante de capital integralizado por nós e pelas demais partes até o presente momento, sendo que, conforme previsto no acordo de acionistas, nossa participação final prevista é de 56,23%.

Em novembro de 2010 adquirimos 6,77% da Vicinay Marine, S.L. A Vicinay Marine é uma empresa do Grupo Vicinay com unidades industriais na Espanha, Brasil e China e presença comercial na América do Norte e Sul, Europa e Ásia. É líder global no fornecimento de sistemas de ancoragem, amarras e acessórios. Em Bilbao existe um importante centro de pesquisa e inovação. Com a aquisição desta participação, Lupatech poderá acessar novos mercados e clientes através da presença global do Grupo Vicinay.

Em 31 de dezembro de 2011 e 02 de abril de 2012, a Lupatech concluiu a venda de 100% da Steelinject Injeção de Aços Ltda. e da Microinox- Fundição de Precisão e Usinagem Ltda., respectivamente, como parte de sua estratégia de focar no setor de petróleo e gás. Com isso, o segmento de Metalurgia deixou de fazer parte dos negócios da Companhia.

A Lupatech acredita ter construído um histórico importante de boas práticas de governança corporativa, como foco na transparência e divulgação das suas informações. Desde 1987, a Companhia conta com um conselho de administração ativo e profissionalizado, o qual sempre contou com representantes de investidores, bem como a utilização de serviços de auditoria independente prestados por empresas internacionais.

Última Atualização: 20 de abril de 2012

 

 
Lupatech S.A. 2009 - Todos os direitos reservados Política de Privacidade | Termos e Condições
Lupatech
2009-08-06T17:43:33
2009-08-28T10:36:35